domingo, 19 de agosto de 2012

Treino Hamarmilak no Jamor

Foto de José Carlos Melo


Mais uma excelente manhã de domingo se passou na companhia de um grupo de pessoas divertidas, desempoeiradas e saudáveis. O encontro foi organizado pelo afável e expedito Miguel Serradas Duarte e, teve como pretexto, de acordo com as suas próprias palavras:

«Em vez de 100 milhas são só 10, como pretexto para comemorar a participação portuguesa no Ehunmilak deste ano. No Jamor porque consigo um percurso giro e variado de trilhos, e porque quem não quiser correr tanto ou de todo tem onde ficar à vontade. O mesmo se aplica a familiares que não correm e se calhar gostavam de vir.»


Foto de José Carlos Melo


Assim, conseguiu-se (ou melhor, conseguiu o Miguel!) reunir um animado grupo com algumas dezenas de participantes, entre membros do clube Run 4 Fun e amigos.

Às 10h15, depois do briefing inicial do Miguel, arrancámos para umas voltas divertidas pelos trilhos do Jamor.

Tivemos direito a uma bela volta, que o Jamor tem excelentes condições para fazer um treino interessante e variado (desde o alto na Erminda da Boa Viagem até à pista de cross).


Foto de José Carlos Melo


Depois de 16,8 quilómetros de muita galhofa, cortesia dos animadores do costume (assim de repente vêm-me à cabeça os nomes do César Moreira e do Nuno Tempera, porque será?), preparámo-nos para o que verdadeiramente nos tinha levado até ali: o banquete disfarçado de pic-nic! ;)

Estenderam-se as mantas e pousaram-se os pitéus e as minis. Mais uma vez a malta excedeu-se, e houve fartura de comida, em quantidade e qualidade. Sem desmerecer as restantes iguarias, que estavam ótimas, a Paula Magalhães levou um bacalhau com broa que estava divinal!


Foto de Luís Matos Ferreira


A companhia foi muito agradável e a conversa interessante. Cerca de duas horas a correr, para hora e meia a comer, parece-me um equilíbrio razoável entre corrida e abastecimento...  :)

Enfim, estou a tornar-me adepto destes treinos na natureza com final gastronómico. Aliás, não apenas nestes convívios. O meu plano de reforma, depois de ser obrigado a trabalhar até aos 75 anos pelo Estado Associal que se avizinha, e não receber daí um tostão, passa por participar no maior número de Trails possível, e alimentar-me alarvemente nos abastecimentos (resta saber quanto melão, banana e marmelada consigo ingerir). ;)

Mais uma vez os meus agradecimentos ao Miguel e aos restantes amigos por uma manhã muito bem passada, em excelente companhia.

2 comentários:

  1. Luís,

    Este treino foi essencialmente uma homenagem à tua enorme capacidade para ultrapassares os desafios mais temíveis.

    Excelente organização do Miguel e o belo "pic-nic" a seguir!!

    Runabraços

    ResponderEliminar
  2. Obrigado João pelas tuas palavras e Miguel pela tua iniciativa.

    Pela parte que me toca, fico muito sensibilizado pela homenagem que me foi feita.

    Abraço

    ResponderEliminar