100 Milhas - Que material levar?

Views











O material obrigatório consiste em:

  • Mochila
  • Casaco Impermeável
  • Calças impermeáveis
  • Roupa térmica que cubra todo o corpo
  • Buff ou gorro
  • Luvas com dedos
  • Frontal com pilhas de reserva
  • Manta térmica de sobrevivência
  • Apito
  • Banda elástica adesiva
  • Recipiente com 1 litro de água (no meu caso, mochila de hidratação com 1.5 l + 2 bidons de 500 ml cada)
  • Telemóvel carregado
  • Reserva alimentar (descrita em baixo). Uma prova destas é coisa para dar um consumo de mais de 20.000 Kcal.


Eu nunca poupo no material obrigatório, pois no meio da montanha, sobretudo de noite, pode vir a revelar-se providencial. Pesa imenso na mochila, mas tem que ser (sem água, anda pelos 2.5 kg; se encher a bexiga e os 2 bidons então são mais 2.5 kg!).

Para além do obrigatório, levo ainda:

  • Ténis Kelenji Kiprun MT + um par para a primeira base de vida
  • Bastões
  • T-shirt técnica
  • 2ª camada térmica de manga curta para o tronco
  • Corsários a cobrir os joelhos
  • Boné
  • Luvas sem dedos
  • Manguitos
  • Perneiras
  • Porta-dorsais
  • Mica e/ou fita-cola para reforçar o dorsal. 
  •  Plano e perfil da prova
  • Frontal de substituição com pilhas de reserva
  • 9 géis PowerBar, sabor maçã, de 42 g com 50 mg de cafeína e 205 mg de sódio (103 Kcal cada)
  • 2 barras PowerBar, sabor banana, de 55 g, com 210 mg de sódio e 76 mg de magnésio (203 Kcal cada) 
  • 8 saquetas de redrate (eletrólitos) + 8 para as bases de vida
  • Comprimidos de sal
  • 4 comprimidos de ibuprofeno (para ser usado em caso de emergência e com muito cuidado pois pode ter um efeito adverso na função renal)
  • 4 comprimidos de paracetamol
  • 4 comprimidos de imodium rapid
  • 4 comprimidos de imodium
  • 4 comprimidos de pantoprazol
  • Copo
  • Bisnaga de vaselina para hidratar os pés
  • Bisnaga de protetor solar
  • Betadine
  • Bepanthene
  • Isqueiro
  • 1 vela tea light
  • Canivete pequeno
  • Corta-unhas
  • Lenços de papel para limpar onde o sol não brilha.
  • Garmin Fénix 3
  • Powerbank de 5.000 mAh
  • GoPro
  • Nota de 20 euros para alguma emergência


Agora a dúvida principal é como dividir o material pelos 2 sacos que serão levados pela organização até aos 2 pontos de muda?

A minha estimativa é conseguir progredir a um ritmo de cerca de 3 km/hora, ou seja demorar um total de 57 horas e chegar cerca das 16 horas da tarde do 3º dia. Ou seja, chegar aos 73 km cerca das 7h da manhã do 2º dia e aos 130 km cerca das 2 horas da madrugada do 3º dia.

Por segurança resolvo colocar mais material no 1º saco do que no 2º. Se for necessário carregarei com mais tralha a partir do km 73, e até ao fim, caso se justifique.

No 1º saco coloco (km 73):

  • Uma réplica de toda a roupa que levo na partida, exceto impermeáveis
  • Uma camada polar, para o caso do meu ciclo circadiano levar a um arrefecimento acentuado do corpo durante a noite
  • Ténis de substituição
  • Bastões baratos de substituição
  • Telefone de substituição
  • 4 géis PowerBar, sabor maçã, de 42 g com 50 mg de cafeína e 205 mg de sódio (103 Kcal cada) + 4 geis sem cafeína.
  • 2 barras PowerBar, sabor banana, de 55 g, com 210 mg de sódio e 76 mg de magnésio (203 Kcal cada) 
  • 4 saquetas de redrate
  • Carregador do GPS Garmin
  • Bisnaga de vaselina para hidratar os pés
  • Bisnaga de protetor solar


No 2º saco coloco (km 130):
·        
  • Uma réplica de toda a roupa que levo na partida, exceto impermeáveis.
  • Uma camada polar, para o caso do meu ciclo circadiano levar a um arrefecimento acentuado do corpo durante a noite
  • 4 géis PowerBar, sabor maçã, de 42 g com 50 mg de cafeína e 205 mg de sódio (103 Kcal cada)  + 4 geis sem cafeína.
  • 2 barras PowerBar, sabor banana, de 55 g, com 210 mg de sódio e 76 mg de magnésio (203 Kcal cada) 
  • 4 saquetas de redrate
  • Bisnaga de vaselina para hidratar os pés
  • Bisnaga de protetor solar



No saco da chegada costumo colocar (mas desta vez não deverá ser necessário):

  • Roupa quente
  • Ténis lavados
  • Toalha para banho + chinelos + sabonete




Comentários

  1. Mesmo muito completo!
    Só falta o saco cama e a tenda ;)
    O imodium e o imodium rapid deve ter sido gaffe...
    As velas são para quê?
    Obrigado pelo post!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nuno,
      A minha experiênica pessoal é que numa prova com mais de 48 horas o Imodium é melhor do que o Imodium rapid.
      A vela e isqueiro são material obrigatório no Ultra Trail Atlas Toubkal. Como no Atlas a amplitude térmica é muito grande, as noites podem ser mesmo muito frias, sobretudo acima dos 3.000 m. Um amigo meu teve mesmo que usar a dita vela. A ideia é se ficarmos imobilizados por laguma razão, podmeos usar a manta térmica e por baixo acender a vela.
      Abraço
      Numa prova de

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

ITRA Performance Index - Tudo o que nunca quis saber nem teve vontade de perguntar

UTAX - Ultra Trail Aldeias do Xisto - 2014

De Vela até aos Açores

5º AXTrail series 2012

Provas Insanas - Westfield Sydney to Melbourne Ultramarathon 1983

Le Grand Raid des Pyrénées

MIUT - Madeira Island Ultra Trail

Ultra Trail Atlas Toubkal - UTAT 2016 - A prova

GR13 - Via Algarviana

VCUF - Volta Cerdanya UltraFons - 214 km - 10.000m D+