sábado, 19 de novembro de 2016

EMUM - Eco Madeira Ultra Maratona 2016 - Prólogo








Percurso


Altimetria





De acordo com o site oficial da prova:


O ECO MADEIRA ULTRA MARATONA é um evento de corrida ultra endurance non-stop, que decorre na ilha da Madeira.

Este evento constitui a 1.ª prova de 100 milhas na Região Autónoma da Madeira.

EMUM - Eco Madeira Ultra Maratona - prova destinada aos atletas dos escalões de seniores e veteranos de ambos os sexos, com extensão aproximada de 170 km, com o seguinte percurso:


A partida da prova ULTRA MARATONA será dada às 16h00 do dia 25 de novembro, no centro da cidade do Funchal, designadamente na praça do Povo (Av. do Mar), seguindo para São Gonçalo, Caniço, Gaula, Santa Cruz, Machico, Porto da Cruz, Faial, Santana, São Jorge, Arco de São Jorge, Boaventura, Ponta Delgada, São Vicente, Seixal, Ribeira da Janela, Porto Moniz, Achadas da Cruz, Ponta do Pargo, Fajã da Ovelha, Paul do Mar, Prazeres, Estreito da Calheta, Calheta, Madalena do Mar, Ponta do Sol, Ribeira Brava, Campanário, Quinta Grande, Caldeira, Câmara de Lobos, com meta no Funchal (Praça do Povo).

Os percursos do ECO MADEIRA ULTRA MARATONA são maioritariamente compostos por caminhos junto ao litoral (Caminho Real n.º 23), estradas asfaltadas, caminhos de terra batida, trilhos e pequenas extensões de levadas (canais de irrigação).



Este irá ser o meu próximo desafio, a ter lugar já na próxima 6ª feira dia 25 de Novembro de 2016.

Enfim, desde 2012 que todos os anos tenho completado uma prova de 100 milhas e este ano não poderia ser a exceção. Assim, quando o meu amigo João Colaço me contactou a convidar-me para correr todo o perímetro da paradisíaca ilha da Madeira, não hesitei!

Este não tem sido propriamente um ano de grande forma física e psíquica/anímica, mas um desafio destes não se recusa.

Como escrevia o poeta Mário de Sá Carneiro:

"Quando eu morrer batam em latas,
Rompam aos saltos e aos pinotes,
Façam estalar no ar chicotes,
Chamem palhaços e acrobatas!"

Até lá, a um desafio nada se recusa, que eu quero por força viver pelo meu próprio pé.




Vejamos como tem sido a minha preparação para mais esta loucura:



Nota-se uma quebra clara a partir do início do Verão.



Tenho que controlar melhor o meu peso. É uma das variáveis que faz mais diferença numa prova destas.



Comparação dos volumes de treino nos últimos 4 anos.



Volume mensal desde 2010.


Tabela de Passagens do EMUM 2016




A minha primeira aventura desta dimensão foi no já longínquo ano de 2012, nas 100 milhas do Ehunmilak, no País Basco.

Desde então já completei com sucesso 4 aventuras destas:


2012: Ehunmilak, 168 km - 11.000 mD+, no País Basco.

2013: Le Grand Raid desPyrénées, 160 km - 10.000 mD+, nos Pirinéus franceses.

2014: VCUF - VoltaCerdanya UltraFons, 214 km - 10.000 mD+, atravessando os Pirinéus espanhóis e franceses.

2015: Ultra-Trail duMont-Blanc, a mítica prova de 170 km - 10.000 mD+, em redor do Monte Branco, atravessando 3 paises: França, Itália e Suiça.



Experiência não me falta. Espero que compense a falta de preparação que tem sido a nota dominante do corrente ano de 2016.


Alea Jacta Est!